Curso Objetivo

Login ou senha incorretos
0800 77 00 189                

Professor do ITA fala sobre o novo vestibular aos alunos do Objetivo


03/09/2018
Curso e Colégio Objetivo

Os alunos do Colégio e Curso Objetivo tiveram a oportunidade de acompanhar uma palestra sobre o Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA, ministrada pelo Prof. Dr. Sérgio Roberto Matiello Pellegrino, responsável pelo vestibular da instituição.

Primeiramente, o palestrante apresentou cada uma das seis modalidades de Engenharia oferecidas pelo ITA: Aeronáutica (curso pioneiro no Brasil), Mecânica-Aeronáutica, Civil-Aeronáutica, Computação, Eletrônica e Aeroespacial. Atualmente, todos os alunos que ingressam no ITA fazem dois anos de curso básico, com grade curricular comum. A partir do terceiro ano, eles cursam as disciplinas específicas da modalidade escolhida. Todos os cursos são ministrados em período integral e exigem dedicação exclusiva do estudante. “São cinco anos de muito estudo, mas tenham em mente que uma graduação bem-feita trará bons frutos pelo resto de suas vidas, e isso vale para qualquer universidade que vocês façam. Vocês sempre serão pagos por aquilo que conhecem, por isso o conhecimento é tão importante”, enfatizou o Prof. Pellegrino.

Para preencher as 110 vagas disponíveis, o vestibular do ITA apresenta mudanças a partir deste ano, sendo a mais expressiva a distribuição das provas em duas fases. “Essa mudança foi implementada pensando principalmente no bem-estar dos candidatos”, justifica. No dia 23 de novembro, os candidatos enfrentarão uma prova objetiva com 60 questões de Física, Inglês, Matemática, Português e Química (12 testes de cada disciplina). Serão convocados cinco candidatos por vaga para a segunda fase, que terá dois dias de provas dissertativas: 10/12, com provas de Matemática e Química, e 11/12, com questões contemplando Física e uma Redação.

Outra mudança apresentada para o próximo vestibular é a reserva de 20% das vagas, tanto ordinárias quanto militares, para candidatos autodeclarados negros.

As expectativas com relação ao mercado de trabalho animaram muito os vestibulandos. “É muito fácil conseguir um bom emprego após sair do ITA”, garantiu o Prof. Pellegrino. “Todas as noites, há empresas se apresentando para os alunos do ITA, à procura de estagiários ou de estudantes dispostos a desenvolver projetos juntamente com essas empresas.” Grande parte dos alunos são contratados pela Embraer, e há ex-alunos do ITA em inúmeras outras empresas de peso, como Boeing e Nasa.

Após a explanação do professor sobre o curso, nossos vestibulandos contaram ainda com a animada participação de Felipe Mourad Pereira, de 19 anos, aluno do Colégio Objetivo Integrado em 2016 e atualmente estudante do 2º ano do ITA. Ele descreveu como são os dois anos básicos, a rotina dos estudantes e como é morar na universidade. “Como quase todo mundo mora dentro do campus, à noite há uma integração muito legal entre os alunos, não é nada maçante”, disse Felipe, tranquilizando a plateia. “Você se junta a grupos que desenvolvem projetos extracurriculares com que mais se identifica – robôs que lutam, lançamento de foguetes etc. – e, futuramente, pode até participar de campeonatos internacionais representando o ITA.” Quando perguntado pelos alunos se é muito difícil tirar a nota mínima para aprovação, Felipe tranquilizou a plateia. “As notas no ITA são representadas por conceitos: R (Regular), B (Bom), MB (Muito Bom) e L (Louvor). Não é difícil tirar R, mas você não vai querer sair do ITA só com R no seu histórico, não é?”, orientou, revelando a postura de aluno responsável e compromissado que conhecemos desde os tempos em que era aluno do Objetivo. “Mas tirar L é bem difícil, quase impossível”, finalizou, com sinceridade e bom-humor.

 

Professor do ITA fala sobre o novo vestibular aos alunos do Objetivo Professor do ITA fala sobre o novo vestibular aos alunos do Objetivo Professor do ITA fala sobre o novo vestibular aos alunos do Objetivo Professor do ITA fala sobre o novo vestibular aos alunos do Objetivo Professor do ITA fala sobre o novo vestibular aos alunos do Objetivo